A TIC Educação 2014, pesquisa lançada nesta segunda-feira (21) pelo CGI.br (Comitê Gestor da Internet no Brasil), revela que 96% dos professores usam internet na preparação e planejamento de suas aulas, porém ainda sofrem com a falta de infraestrutura e formação para o uso dos recursos da internet com propósito pedagógico.

 

            Na edição de 2014, realizada entre os meses de setembro de 2014 a março de 2015, compilou dados de 930 escolas públicas e privadas, localizadas em áreas urbanas, e ouviu 930 diretores, 881 coordenadores pedagógicos, 1.770 professores e 9.532 alunos.

 

            O levantamento mostra que as escolas estão conectadas, porém a velocidade da internet ainda é limitada por conta da falta de infraestrutura. Mais da metade, 67% dos professores de escola pública, disseram que aprenderam sozinhos a usar os recursos da tecnologia. Menos de 57% dos professores realizaram formações específicas sobre o uso das TIC e 74% pagou o próprio curso, enquanto 29% recorreram às formações oferecidas pelo governo ou secretaria de educação.

 

            Quanto ao uso das tecnologias pelos alunos, a pesquisa identificou que é bastante presente no cotidiano deles, mas nem sempre está no ambiente da sala de aula. Têm acesso à internet aproximadamente 87% dos alunos de escolas públicas entrevistados durante a pesquisa. Entretanto, apenas 41% desses estudantes de escolas públicas utilizam a Internet na escola.

 

           A TIC Educação existe desde 2010, investigando sobre o uso, apropriação e a infraestrutura dos recursos tecnológicos em escolas públicas e privadas em áreas urbanas. O levantamento conta com alunos, educadores, coordenadores e diretores das escolas.  Acesse a pesquisa na íntegra aqui.